Pular para o conteúdo principal

Brincadeiras e Brinquedos Culturais



Existem brincadeiras e brinquedos que hoje conhecemos por passar de geração em geração. Possuem várias origens e participaram de várias etapas do desenvolvimento do país. Hoje, essas brincadeiras fazem parte da cultura do nosso povo e parte do folclore brasileiro que marcam os períodos por aqui vividos.
Os índios que viviam no Brasil antes do seu período de descobrimento utilizavam uma trouxa de folha cheia de pedras que eram amarradas numa espiga de milho. Brincavam de jogar esta trouxa de um lado para outro, chamavam-na de Pe’teka, que em tupi significa bater.
De origem francesa, a amarelinha chegou ao Brasil e rapidamente se tornou popular. A brincadeira consiste em um desenho formado por blocos numerados de 1 a 9, com semicírculos nas extremidades que são jogados com uma pedrinha que deve obedecer as paredes de cada bloco.
Cerca de 1000 anos antes de Cristo a pipa era utilizada como forma de sinalização, mas ao chegar ao Brasil, trazida pelos portugueses, a pipa se tornou somente uma forma de diversão. Ela voa através da força dos ventos e é controlada por uma corda que permite ao condutor deixá-la cada vez mais alta ou mais baixa.
A ciranda, que é a dança mais famosa do Brasil, foi trazida de Portugal como dança adulta, mas logo sofreu transformações e passou a alegrar as brincadeiras infantis. É bastante utilizada ainda hoje em escolas, parques e espaços que prezam as brincadeiras antigas, passando-as às novas gerações, mostrando sua importância folclórica e cultural.
O jogo do osso de origem pré-histórica também é bastante passado aos netos pelos avós. Consiste em jogar um objeto para o alto e pegar outro em seu lugar fazendo um jogo de malabarismo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Leve a emoção das Corridas para dentro da sua Escola!

O brasileiro tem uma grande paixão além do futebol: é o automobilismo. Desde pequenos, somos envolvidos com diversos eventos esportivos relacionados a carros e a velocidade. Fórmula 1, Fórmula Indy e Stock Car são algumas dessas categorias que tanto fascinam e divertem os brasileiros.
O automobilismo é um esporte que já está, culturalmente, enraizado em nossas gerações. Grandes ícones surgiram ao longo dos anos, como Airton Senna, uma lenda do automobilismo mundial. Mais recentemente, pilotos como Rubens Barrichello, Felipe Massa, Tony Kanaan e Hélio Castroneves se destacaram no cenário internacional, e se tornaram ídolos da maioria dos brasileiros.
Independente da cor, do credo, da idade ou da classe social, a maior parte das nossas crianças tem um grande encanto com carros e velocidade.
Destro deste tema, o Brinque-lonas tem uma excelente ferramenta pedagógica. Trata-se do jogo de corrida Autódromo. Esta atividade lúdica tem o formato de um autódromo, com casas numeradas de 1 a 100. Cada…

Quem nunca jogou Ludo na vida?

Poucas coisas na nossa vida são tão comuns quanto o Jogo de Ludo. O Ludo é um dos jogos mais populares que conhecemos. Pouquíssimos são os que não se divertiram na sua infância ou na sua fase adulta com este jogo que, apesar de simples, é muito divertido e educativo.
Algumas curiosidades sobre o Jogo de Ludo:
·Ludo é uma versão ocidental do jogo nacional da Índia, o Pachisi; ·Os pinos do jogo, originalmente, são chamados de Cavalos; ·A palavra Ludo significa “eu jogo”, originado do latim; ·Existem diversas variações do Ludo. Uma das mais conhecidas é o Ludo Real, que possui algumas casas Reais (representadas por uma Coroa) e as casas Vingança;
O Brinque-lonas possui duas versões do Jogo de Ludo, a versão GIGANTE, no tamanho de 0,90m x 0,90m e que vem numa embalagem com duas unidades, e a versão MEGA-GIGANTE, no tamanho de 3,10m x 3,10m que vem com acessórios como cones, coletes e dado gigante.

20 de Novembro - Dia da Consciência Negra - Baixe o poster para colorir!

Dia 20 de novembro é o dia da Consciência Negra.

Esta data foi definida pela lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que incluiu o dia 20 de novembro no calendário escolar, data em que comemoramos o Dia Nacional da Consciência Negra. A mesma lei também tornou obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira. 


Com a implementação dessa lei, o governo brasileiro espera colaborar para o resgate da contribuição dos povos negros nas áreas social, econômica e política ao longo da história do país.